sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Psicóloga x Cazuza!

                                               SONETO LXX
Se te censuram, não é teu defeito,porque a injúria os mais belos pretende;
Da graça o ornamento é vão, suspeito,corvo a sujar o céu que mais esplende.
Enquanto fores bom, a injúria prova que tens valor, que o tempo te venera,
Pois o Verme na flor gozo renova, e em ti irrompe a mais pura primavera.
Da infância os maus tempos pular soubeste, vencendo o assalto ou do assalto distante;
Mas não penses achar vantagem neste fado, que a inveja alarga, é incessante.
Se a ti nada demanda de suspeita, és reino a que o coração se sujeita.

                                              William Shakespeare
                   
                          Recebi esta mensagem no meu email e eu a estou repassando.
Esta mensagem precisa ser retransmitida para todas as FAMÍLIAS!
Esse cidadão dizia "todos os meus heróis morreram de overdose". E era aplaudido. 
Fez lindas músicas, mas era viciado em muitas coisas.  Temos de aproveitar o que ele deixou de bom, e lembrar a forma dolorosa como morreu. Tudo consequência de escolhas erradas. 
             ...
 
   Quando pensei neste blog, eu o imaginava de várias formas. Quando ele se concretizou, eu o imaginei crescendo de muitas outras maneiras. A única coisa que não mudou desde que foi desejado foi, quais as pessoas que visualizariam este blog. 
   As vezes escrevemos algo, cuja repercussão não é o desejado. Ao mesmo tempo surpresa como angústia. Eu recebi um recado de um jovem, que normalmente eu ignoraria, mas o ato da escrita é que me fez repensar sobre o que aqui repassei, neste post: o tipo de pessoa que visualiza meus posts. Devido ao meu propósito e somente por isso, retiro alguns itens descrito, sem receio ou inimizade. Deus tem propósito para todas as coisas e se o que escrevo, não é de serventia, Ele me mostra, tocando o meu coração.
   Queridas, sejam todas bem vindas e que Deus as abençoe. Obrigada pela visita.
                            
  “Ensina a criança no caminho que deve andar e, ainda quando for velho, não se desviará dele.” Provérbios 22:6
A ordem não é ensinar o adulto, depois de ter se destruído pela sua conduta, mas sim a criança com coisas boas, a ter respeito pelos outros, honrar as pessoas e, principalmente, ensinar o caminho de Deus e da Salvação para elas, pois quando crescerem jamais esquecerá. A semente será plantada em seu coração, crescerá e frutificará. Oremos por nossos filhos!
                                      Abraços

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...