sexta-feira, 16 de agosto de 2013

ADMINISTRAÇÃO ESCOLAR PARA TRANSFORMAÇÃO SOCIAL

A questão da especificidade da Administração Escolar: A escola fornece condições intelectuais sobre o pensar e fazer, tornando o aluno participativo nas ações da escola ou da comunidade. Porém, a Administração Escolar torna-se conservadora se cumprir o papel “dos interesses dominantes”, ou melhor, aos interesses capitalistas, que tem o intuito de minimizar o conhecimento e formar ser passível à submissão. Para isso burocratiza a escola, como uma empresa capitalista, criando formas de impedir ou dificultar o acesso as informações para melhorias na educação.

Os objetivos e o que envolve para concretizá-los, sendo a oferta do saber e a reflexão crítica, são o que produz a educação transformadora. A escola que dá subsídio à classe trabalhadora deve se adequar a cumprir este papel e romper com o autoritarismo, tornando-se Escola Democrática e transformadora social. 



Para isso:

Administração Escolar e racionalidade social: A administração Escolar deve visar objetivos que sejam interessantes na aprendizagem do aluno, usando dos conhecimentos e instrumentos disponíveis para a concretização dos propósitos educacionais. Tratar não só os alunos, mas também os pais, permitindo a participação e a exposição de ideias, deixando de serem objetos e identificando-se sujeitos. “[...] a Administração Escolar, ao mesmo tempo crie mecanismos que possibilitem a expressão e participação dos membros da comunidade escolar, [...]”, não apenas identificar e compreender, mas que tenha a participação da comunidade, o apoio dos pais na construção do saber dos alunos, envolvendo-os coletivamente na construção histórica e política da escola.

A racionalidade interna na escola: A Administração Escolar para ser efetiva na transformação social, deve manter os propósitos e comprometimentos para realizar a transformação. O homem precisa das atividades administrativas para estabelecer objetivos, resultando em administradores conservadores ou transformadores. Os transformadores resgatam a teoria e a prática, em busca de objetivos comuns em uma administração reflexiva, que está acima da prática espontânea porque é consciente, utilizando “[...] um conjunto de conhecimentos, técnicas e habilidades em níveis e padrões que possibilitem o oferecimento de um ensino de boa qualidade a um número maior de alunos.” Ter todo o envolvimento possível das pessoas que fazem parte deste processo, num esforço mútuo de resultados para educação de qualidade.

Administração Escolar e participação coletiva: A Administração Escolar deve considerar os objetivos que a escola pode realizar e determinar ideia à ação, mas ela está presa ao autoritarismo, ou seja, está presa na burocracia e regras, dificultando a funcionalidade da escola. A democracia é que romperá esta barreira, permitindo o acesso de todos nas decisões de organização e o funcionamento da escola.
O diretor escolar sendo a autoridade magna na escola impede a participação coletiva, esta forma de administração deve ser abandonada, passando de gerente a gestor democrático, aquele cujo desejo é a colaboração dos funcionários, e estes não com o propósito de irem contra o diretor, mas serem participativos nos processos administrativos, favorecendo a racionalidade e os objetivos educacionais da escola, reafirmando a “autenticidade humana, no trabalho realizado de forma social, mas efetivamente livre.” Mas para isso terá de existir os mesmos interesses, que venham a ser comum a todos. Não havendo consenso entre as partes, para que se cumpram as determinações haverá a imposição, não sendo tarefa simples para aquele que deseja uma gestão democrática. Será necessário autentico “esforço de funcionários, professores, pessoal técnico pedagógico, alunos e pais, fundamentada na participação coletiva...”

A Administração Escolar e a consideração das condições concretas: O realizar da nova e democrática Administração Escolar não será da noite para o dia, deverá ter um constante esforço das pessoas envolvidas na transformação social e a direção terá o compromisso de motivação e orientação: juntar todo “esforço no sentido de se introduzir essa nova práxis administrativa escolar deve levar em conta as condições concretas” para fortalecer a realização na escola e na sociedade local. “A racionalização do trabalho e de coordenação de esforço humano coletivo” pode enfrentar várias dificuldades e resistências, por isso propor novas propostas democráticas e eficientes nos objetivos educacionais. O diretor deve estar envolvido com entusiasmo para conseguir envolver o maior número de pessoas nesta questão descrita e ainda estabelecer motivos concretos de envolvimento, em que juntos reivindicarão aumento de salários, condições de trabalhos e muitos outras. Para todas estas coisas, especialmente os educadores, deve-se ter consciência crítica da realidade social em que estão e assim buscar meios verdadeiros que faça da educação o meio mais forte para o aluno estar apto para viver na sociedade como indivíduo e não objeto.

Reflexão

A leitura deste texto fez-me perceber que em muitas coisas o professor pode contribuir para a construção de uma verdadeira transformação no âmbito escolar, assim como a educação escolar como um todo. Há uma artificialidade em algumas gestões escolares porque são controladas pelos políticos e pelo governo, enfraquecendo uma gestão democrática. O diretor não é absolutamente aquele que rege a escola sozinha, mas sim com a participação de todos os funcionários da escola e a comunidade. Devemos ter o compromisso político e competência técnica para efetivar a gestão verdadeiramente democrática e ser contribuintes para a ação democrática na escola, favorecendo à classe trabalhadora e possibilitar a extinção da desigualdade social. A união, no contexto do texto e, eu apoio, é que faz a força! Literalmente! Pois união é desafio e comprometimento, para evitar o atraso educacional e fortalecer as vozes de quem está inserida na sociedade, tendo como objetivo fazer a transformação social.

 
                                                                        Abraços

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...